Utilizamos cookies e tecnlogias semelhantes a fim de melhorar sua experiência no site. Ao continuar você concorda e aceita nossa  Política de Privacidade  

ANÁLISES & NOTÍCIAS SOBRE VEÍCULOS COM EMISSÃO ZERO

HOME CARROS MOTOS BIKES TECH MERCADO RACING STARTUPS CONTATO PESQUISAR

Três inovações técnicas rendem potência, velocidade e autonomia ao Porsche Taycan

O Taycan ostenta muitas inovações técnicas. Para facilitar a vida dos leitores, Zev.News explica três fundamentais para o desempenho do primeiro Porsche totalmente elétrico

Por |
>O Tycan está disponível em duas versões: Turbo e Turbo S. Apesar dos motores elétrico, a nomenclatura Turbo tornou-se emblemática para a marca alemã – Divulgação Porsche

Recordes e marcas são estratégias de marketing comuns aos carros elétricos. Mais do que detalhar inovações técnicas, o objetivo é chamar a atenção, e diminuir a percepção de pouco emocionantes perante potenciais compradores. Por isso o Taycan entrou para a lista: cravou o recorde de 7min42 segundos no mítico circuito alemão Nürburgring-Nordschleife e percorreu 3.425 quilômetros em 24 horas na pista de Nardo, Itália.

Publicidade à parte, Zev.News analisou três inovações tecnológicas que definitivamente conferem potência, torque, velocidade e autonomia ao Porsche Tycan. Confira:

Motores com bobinas retangulares

O recorde em Nürburgring-Nordschleife se deu na categoria carro elétrico de quatro portas. Embora seja plausível argumentar que se trata de um recorte muito específico em termos de recordes, indubitavelmente, o primeiro Porsche totalmente elétrico tem poderio respeitável nos motores.

O Taycan é equipado com dois motores de ímãs permanentes. Um no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro. Para entender o funcionamento deste tipo de motor, indico a leitura deste artigo publicado em GloboEsporte.com.

Comparado a outros motores de ímãs permanentes, os motores do Taycan têm uma inovação especial, que segundo a Porsche, traduz-se em mais potência e torque: bobinas com filamentos retangulares, chamadas “hairpin”. O termo “hairpin” vem da semelhança com grampos. As bobinas são enroladas fora do motor, inseridas em seu interior, e soldadas à laser. Processo complexo, mas necessário por conta da seção retangular dos filamentos.

Motores com ímãs permanentes giram quando a corrente elétrica percorre sequencialmente as bobinas (enrolamento de fios) distribuídas ao redor do interior do estator (estático). Conforme a corrente move-se pelas bobinas, leva junto o rotor magnetizado (giratório). Ao comparar bobinas retangulares às convencionais de seção circular, a Porsche afirma que a inovação aumenta de 45 para 70% a concentração de cobre. Isso, sem aumentar o volume total do motor. E bobinas mais densas significam mais torque e potência.

Transmissão com duas marchas

A maioria dos carros elétricos dispensa a caixa de câmbio. Porém, no eixo traseiro, o Taycan utiliza uma caixa com duas marchas. A primeira com redução de aproximadamente 15 rotações do motor para 1 na roda. E visa sobretudo aceleração. Graças a esta relação curta de engrenagens, na prática, o torque nas rodas traseiras em primeira marcha é multiplicado, e alcança a 12.000 Nm. Já em segunda marcha a relação é 8:1, igual ao eixo dianteiro, construído com apenas uma marcha.

Sistema elétrico de 800 Volts

Para percorrer os 3.425 quilômetros em 24 horas em Nardo, o sistema elétrico com 800 volts foi determinante. Normalmente, carros elétricos contam com sistema de 400 volts. Mas a Porsche desenvolveu para o seu bólido 919 Hybrid, tricampeão nas 24 Horas de Le Mans, o sistema de 800 volts.

A tecnologia de 800 volts encurta sensivelmente o tempo de recarga. Além disso, reduz o peso e o espaço necessário para o cabeamento no carro. E o Taycan é o primeiro carro de série a contar com sistema de 800 volts.

FICHA TÉCNICA Porsche Taycan Turbo e Turbo S
Potência Turbo e Turbo S - 460 kW (625 cavalos)
Potência Overboost para largada Turbo - 500 kW (680 cavalos) / Turbo S - 560 kW (761 cavalos)
Torque Turbo - 850 Nm / Turbo S - 1,050 Nm
Peso 2,305 kg
Largura 2,144 mm
Altura 1,381 mm
Comprimento 4,963 mm
Autonomia Turbo - 381–450 km / Turbo S - 388–412 km
Recarga Turbo e Turbo S - 93 min supercarregador e 9 horas (plugue 220 V)
0 a 100 km/h Turbo - 3.2s / Turbo S - 2.8 s
Velocidade Máxima Turbo e Turbo S - 260 km/h

TÓPICOS RELACIONADOS

EDITOR INDICA

RECEBA NOSSAS MATÉRIAS