Utilizamos cookies e tecnlogias semelhantes a fim de melhorar sua experiência no site. Ao continuar você concorda e aceita nossa  Política de Privacidade  

ANÁLISES & NOTÍCIAS SOBRE VEÍCULOS COM EMISSÃO ZERO

HOME CARROS MOTOS BIKES TECH MERCADO RACING STARTUPS CONTATO PESQUISAR

Lightyear ultrapassa US$ 100 milhões captados e prepara lançamento do One em 2022

Startup holandesa desenvolve One, carro puramente elétrico centrado na eficiência energética combinando pouco arrasto à energia solar extra

Por |
Preço do Lightyear One é salgado: €150 mil. Mas apelo da mobilidade vanguardista convenceu nicho de aficionados. A pergunta: qual o tamanho esse nicho inicial pode atingir? – Foto: Divulgação Lightyear

Aproximadamente US$ 110 milhões (€ 93 milhões) captados em 2021. Cifra destacada pela Lightyear como métrica de avanço rumo ao objetivo de entregar os primeiros One em 2022. E que além da viabilidade financeira, ressalta confiança dos investidores na proposta da startup.

Pelas características da Lightyear, confiança é aspecto crucial – reforçada pelo comprometimento dos investidores a cada rodada subsequente. Além dos riscos intrínsecos de uma startup construindo um produto físico, num dos mercados mais complexos da indústria (automobilístico), One rompe padrões vigentes.

Trata-se de modelo puramente elétrico, com motores elétricos instalados nos interiores das rodas e visual futurista. Uma estética funcional. Na qual pneus estreitos e linhas fluídas de carroceria buscam diminuir arrasto e aumentar eficiência energética. Complementada por painéis solares integrados à carroceria.

Cabe ressaltar: embora os atributos solares sejam frequentemente destacados na mídia, os painéis solares conferem alguns kWh adicionais. A energia principal vem de um conjunto de baterias de 60 kWh.

Os US$ 100 milhões podem até parecer abaixo do habitual num segmento acostumado a números superiores. Sobretudo após a invasão de aberturas de capital via fusões com SPACs. Todavia, o valor relativamente baixo pode ser indicador positivo:

O montante foi suficiente para a Lightyear consolidar seu MVP – produto minimamente viável – e definir onde fabricará o One. Diferente de outras startups buscando investimentos com não mais do que abstrações e renderizações, do que, um dia, pode tornar-se um veículo semelhante ao mostrado nas imagens.

TÓPICOS RELACIONADOS

EDITOR INDICA

RECEBA NOSSAS MATÉRIAS