Utilizamos cookies e tecnlogias semelhantes a fim de melhorar sua experiência no site. Ao continuar você concorda e aceita nossa  Política de Privacidade  

ANÁLISES & NOTÍCIAS SOBRE VEÍCULOS COM EMISSÃO ZERO

HOME CARROS MOTOS BIKES TECH MERCADO RACING STARTUPS CONTATO PESQUISAR

NLX: Recordes de NIO e Xpeng garantem crescimento mesmo com forte queda de Lixiang

NIO e Lixiang ultrapassaram 10 mil unidades entregues em setembro, enquanto Lixiang amargou redução de 24.80%

Por |
Xpeng P7 foi modelo com maior volume de entregas em setembro: 7.512 unidades. E contribuiu para o recorde de 10.412 unidades entregues pela startup – Foto: Divulgação Xpeng

NLX é índice criado por Zev.News para fornecer aos leitores panorama da evolução de três das principais startups de carros elétricos: NIO, Lixiang e Xpeng.

A escolha das três startups baseia-se nos seguintes critérios: disponibilidade e prontidão dos dados – as três são listadas em bolsas –, planos para expansão internacional e volume mensal de entregas expressivo.

Além do índice geral, Zev.News também destaca as principais variações nas entregas de cada startup. Introdução feita, vamos ao panorama de setembro.

NLX Setembro

Comparado a agosto, o volume somado das três startups subiu 24.98%. Total de 28.134 unidades. Entretanto, as performances nas entregas variaram expressivamente entre marcas e modelos.

As entregas do Lixiang One despencaram 24.80%. Assim, pela primeira vez desde a criação do índice, o modelo deixou a liderança entre os mais entregues. Em setembro foram 7.094 unidades. Menos 2.339 unidades comparado às 9.433 unidades de agosto.

O modelo com maior volume de entregas em setembro foi o Xpeng P7: 7.512 unidades. Recorde do modelo. E pela primeira vez, à exceção do Lixiang One, um modelo do índice ultrapassou as 7 mil unidades entregues num mês. Comparado a agosto (6.165 unidades), Xpeng entregou mais 1.347 unidades do P7. Crescimento de 21.85%.

NIO registrou o maior volume de entregas em setembro: 10.628 unidades (37.78% do total). Seguido por Xpeng com 10.412 unidades (37.01%) e Lixiang com 7.094 unidades (25.22%).

NIO: Recorde de entregas

Após a queda de 25.86% em agosto, atribuída a problemas com fornecedores decorrentes da pandemia em regiões da China e Malásia, NIO recuperou-se e aumentou em 80.75% o volume de entregas de agosto (5.880) para setembro (10.628). E mais do que recompor a queda, a marca é recorde de entregas.

O ES6 comandou o crescimento, com 5.260 unidades entregues. Seguido pelo EC6 (3.390 unidades) e ES8 (1.978 unidades).

Lixiang: microchips derrubaram entregas

A propulsão híbrida do Lixiang One contribui para a constante liderança desde a criação do índice. Todavia, em setembro, Lixiang atribuiu a queda acentuada a problemas no fornecimento de microchips.

O resultado contrasta com o recorde de agosto (9.433 unidades entregues). E mesmo comparado a julho (8.589 unidades entregues), setembro apresentou queda significativa: -17.41%.

Xpeng: novo modelo e reformulação

Em setembro Xpeng atingiu recorde: 10.412 unidades entregues. Crescimento de 44.33% comparado ao mês anterior. Resultado consequência de uma conjunção de fatores:

Em agosto a startup amargou queda nas entregas decorrentes sobretudo da transição da antiga para a nova versão do SUV G3. Reformulação que se mostrou eficaz: o modelo que vinha empacado no crescimento, cravou o recorde desde o lançamento do índice: 2.656 unidades (combinadas antiga e nova versão).

O sedã P7 também cravou recorde de entregas mensais: 7.512 unidades. Crescimento de 21.85% comparado a agosto (1.347 unidades a mais). Adicionalmente, as entregas do novo sedã P5 começaram em 15 de setembro. E registraram 244 unidades entregues.

Projetando o futuro, conforme a cadeia de microchips se normaliza, os números nas entregas de Lixiang deverão subir. Entretanto, um único modelo no portfólio deverá limitar o crescimento das entregas.

Situação diferente de Xpeng, que com a chegada do P5 poderá assumir a primeira posição do índice. Ademais, Xpeng despachou o primeiro lote de P7s da China para Noruega no final de agosto. Os carros estão previstos para entrega nas próximas semanas. E o avanço da operação deverá crescer o volume de entregas nos próximos meses.

E a Noruega recebeu em setembro o primeiro lote dos NIO ES8. Operação fora da China que deverá contribuir nos próximos meses de forma expressiva para puxar a quantidade de modelos entregues por NIO.

TÓPICOS RELACIONADOS

EDITOR INDICA

RECEBA NOSSAS MATÉRIAS