Utilizamos cookies e tecnlogias semelhantes a fim de melhorar sua experiência no site. Ao continuar você concorda e aceita nossa  Política de Privacidade  

ANÁLISES & NOTÍCIAS SOBRE VEÍCULOS COM EMISSÃO ZERO

HOME CARROS MOTOS BIKES TECH MERCADO RACING STARTUPS CONTATO PESQUISAR

Ao preço de R$ 259.900 JAC abre pré-venda do elétrico E-J7 e mira clientes de sedãs a combustão

Lançamento oficial do sedã puramente elétrico será em janeiro de 2022, e entregas das primeiras unidades está prevista para março do próximo ano

Por |
Sedã puramente elétrico E-J7 é resultado da parceria entre JAC Motors e Volkswagen na China – Foto: Divulgação JAC Motor

A JAC Motors iniciou nos concessionários de todo o País a pré-venda do E-J7. Primeiro sedã premium puramente elétrico comercializado pela montadora chinesa no Brasil. Ao preço de R$ 259.900, o modelo será oficialmente lançado em janeiro do próximo ano, com previsão de entrega das primeiras unidades em março de 2022.

A estratégia da JAC Motors é posicionar o E-J7 como concorrente de sedãs a combustão tradicionais. Explicitamente, cita modelos como BMW 320i GP, Audi A5 Sportback e o híbrido Honda Accord Hybrid. E aposta no preço e atributos como aceleração – mais rápido que os supostos concorrentes – para atrair clientes.

"Acredito que o volume de vendas desse novo JAC 100% elétrico vai surpreender. Se nossas pesquisas indicavam que o preço continuava sendo um item proibitivo para uma venda em maiores volumes dos modelos elétricos, o E-J7 não terá mais esse problema”, explica Sergio Habib, presidente da JAC Motors Brasil.

Equipado com conjunto de baterias de 50.1 kWh, o E-J7 tem autonomia de até 402 km. Embora com menor capacidade de armazenamento nas baterias comparado a modelos puramente elétricos similares, JAC aponta a eficiência energética como responsável pelo alcance. E destaca neste aspecto o peso relativamente baixo (1.650 kg - próximo a modelos a combustão). Todavia, há contraponto: tal autonomia demanda velocidade eletronicamente limitada a 150 km/h.

JAC Motors não divulgou projeções de mercado para o modelo. E as pré-vendas provavelmente funcionarão como meio para mensurar o interesse dos clientes pelo E-J7.

TÓPICOS RELACIONADOS

EDITOR INDICA

RECEBA NOSSAS MATÉRIAS