Utilizamos cookies e tecnlogias semelhantes a fim de melhorar sua experiência no site. Ao continuar você concorda e aceita nossa  Política de Privacidade  

ANÁLISES & NOTÍCIAS SOBRE VEÍCULOS COM EMISSÃO ZERO

HOME CARROS MOTOS BIKES TECH MERCADO RACING STARTUPS CONTATO PESQUISAR

Com lançamento previsto para 2023, Italian Volt leva moto elétrica Lacama ao EICMA 2021

Altamente customizável por conta de peças produzidas via impressão 3D Lacama pode assumir configuração de café racer até versão fora de estrada

Por |
Originalmente, o plano era entregar as primeiras Lacama em 2018, agora após aquisição pela Tazzari prazo é 1º trimestre de 2023 – Foto: Divulgação Italian Volt

O Salão Internacional da Motocicleta de Milão (EICMA) abre as portas ao público nesta sexta-feira, 25, e vai até 28 de novembro. Entre as diversas atrações está a Italian Volt Lacama. Moto elétrica premium altamente customizável.

A Italian Volt deu os primeiros passos com o projeto Lacama em 2015. Mas em 2021 a empresa foi adquirida pela grupo italiano Tazzari, cujo um dos braços é a produção de veículos elétricos compactos.

Análises apontam que o segmento premium de motos elétricas crescerá sensivelmente nos próximos anos. E além da entrada neste nicho de mercado, a aquisição da Italian Volt representa para Tazzari a oportunidade de expandir o leque de negócios ao fornecer tecnologias para eletrificação a outras empresas.

Camaleônica

Lacama faz referência a camaleônica. A moto é altamente personalizável, seja na aquisição ou ao longo da vida útil. Algo possível por uma solução engenhosa: as partes fixadas à estrutura da moto são produzidas via impressão 3D. E componentes como pneus e suspensões são substituíveis por modelos com outras configurações. Assim a Lacama pode morfar-se numa café racer, numa esportiva carenada ou até numa versão com vocação fora de estrada.

Aliado à estética está o comportamento dinâmico. O compacto motor elétrico – apenas 11.5 kg– está instalado no ponto de apoio da balança ao quadro, e conectado à roda via correia. A ausência do câmbio reduz o peso e desperdício energético. O que combinado à rigidez do quadro fundido numa única peça de alumínio promete agilidade nas mudanças de direção. Apesar de pequeno, o motor elétrico gera 110 kW (150 cavalos) de potência e 280 Nm de torque.

A apresentação da Italian Volt Lacama no EICMA é mais um passo rumo lançamento. Inicialmente, o plano era entregar as primeiras unidades em 2018. E após uma série de atrasos, o horizonte agora é o 1º trimestre de 2023.

Cabe frisar: Italian Volt não tem as pretensões de outras startups de mobilidade elétrica mirando grandes volumes. Pode ser melhor resumida como um ateliê produzindo poucas dezenas de motos a clientes buscando exclusividade.

TÓPICOS RELACIONADOS

EDITOR INDICA

RECEBA NOSSAS MATÉRIAS