Utilizamos cookies e tecnlogias semelhantes a fim de melhorar sua experiência no site. Ao continuar você concorda e aceita nossa  Política de Privacidade  

ANÁLISES & NOTÍCIAS SOBRE VEÍCULOS COM EMISSÃO ZERO

HOME CARROS MOTOS BIKES TECH MERCADO RACING STARTUPS CONTATO PESQUISAR

Entenda por que VinFast entregar carros elétricos no Vietnã é relevante para o mercado global

SUV VF e34 será destinado ao mercado vietnamita, mas startup tem planos em andamento para vender carros na Europa e América do Norte

Por |
Primeiros modelos foram entregues numa cerimônia realizada na fábrica da VinFast, na cidade de Hai Phong, no Vietnã – Foto: Divulgação VinFast

É lema em Zev.News: startups alcançam status de verdadeiramente promissoras após entregarem os primeiros veículos. E foi mais este marco que VinFast alcançou em dezembro com a entrega das primeiras unidades do VF e34.

O SUV médio da VinFast será destinado ao mercado vietnamita. E o próximo lote com aproximadamente 1 mil carros está previsto para entrega aos clientes em janeiro de 2022.

Neste momento, você pode se perguntar:

Por que uma startup vietnamita é relevante?

Apesar do primeiro passo no mercado local, VinFast tem pretensões globais. E para considerar o plano factível, cabe contextualizar:

VinFast é parte do Vingroup, conglomerado com valor de mercado superior a US$ 34 bilhões. A musculatura financeira deu origem em 2017 à FinVast, que rapidamente escalou às primeiras posições em segmentos do mercado automotivo vietnamita. Em 2021 VinFast intensificou sua estratégia de eletrificação dos veículos.

O VF e34 pertence à linhagem seguida pelos irmãos maiores, VF e35 e VF e36. Ambos de classe superior ao primogênito, e projetados para o mercado internacional.

Como peça neste plano de expansão internacional VF e35 e VF e36 marcaram presença no Salão do Automóvel de Los Angeles 2021, e serão expostos na feira tecnológica CES 2022– 5 e 8 de janeiro, em Las Vegas. Participações necessárias a fim de tornar a marca VinFast conhecida.

Aluguel para sanar receio de baterias

VinFast atacou um dos principais receios dos potenciais consumidores de carros elétricos: vida útil e manutenção das baterias. Para isso desenvolveu para o VF e34 no mercado vietnamita um sistema de aluguel de baterias. Porém, diferente do BaaS composto por trocas (swap) operado por NIO.

Essencialmente, os clientes pagam tarifa mensal associada à quilometragem. No plano básico são US$ 30 por 500 km mensais. Caso a distância seja excedida, mais US$ 0.05 por km. Para os consumidores o principal benefício é a garantia de troca do conjunto de baterias sem custo adicional quando, e se, a capacidade de armazenar energia ficar abaixo dos 70% após recargas. Num plano vigente durante todo o ciclo de vida do veículo.

O valor do aluguel será reajustado a cada 1 de dezembro, baseado nos custos da energia. E para atrair clientes, o aluguel será gratuito durante o primeiro ano para todos os primeiros 25 mil clientes do VF e34.

Visão Zev.News

Uma forma de perceber as mudanças na indústria automobilística é analisar o valor de mercado das startups de veículos elétricos. Novas empresas, com quantidades ínfimas de entregas comparado ao volumes das montadoras tradicionais, figuram entre as mais valiosas. A lista inclui Rivian, Lucid Motors, NIO entre outras.

O fenômeno decorre transformação dos veículos: elétricos e conectados. E da suposta maior capacidade destas novas empresas em atenderem esta transformação. E dos primeiros consumidores (early adopters) destes modelos serem mais abertos a novas marcas. Oportunidade que VinFast vislumbra aproveitar.

O foco assim recaí sobre produtos, operações e modelos de negócio. E VinFast parece bem posicionada nas três frentes. Além de tecnológicos, VF e35 e VF e36 contaram com visual concebido pelo estúdio Pininfarina. A planta na cidade de Hai Phong apresenta níveis de automação dignos das mais avançadas. E o porte do Vingroup possibilitou ao braço automotivo inovar com o modelo de aluguel de baterias e estabelecer rede de recargas.

No Vietnã, em um ano e meio VinFast assumiu à liderança de segmentos competitivos, como hatch. E com operações marcadas para começar na Europa e Canadá em 2022, o sucesso depende da dimensão, gestão e percepção de valor dos produtos pelos potenciais clientes. Dado o histórico, aspectos factíveis de serem alcançados por VinFast nos próximos anos.

TÓPICOS RELACIONADOS

EDITOR INDICA

RECEBA NOSSAS MATÉRIAS